Internacional

900 homens procuram criança de cinco anos desaparecida em Maiorca

As autoridades já encontraram o polo que o menino tinha vestido e a mochila, mas não há sinais da cirança

Artur, a criança de 5 anos que desapareceu na sequência da tempestade que atingiu Maiorca esta semana, continua desaparecido. À sua procura estão cerca de 900 homens, entre bombeiros, mergulhadores, cães especializados e Guarda Civil.

A criança viajava com a mãe, a irmã e a avó. A mãe, Joana Lliteras, conseguiu salvar a irmã de Artur, Úrsula, de 7 anos, mas já não conseguiu salvá-lo. A avó conseguiu salvar pelo próprio pé e a irmã foi retirada do carro por um turista alemão.

O corpo de Joana Lliteras foi encontrado dentro do carro, mas da criança não há sinal. As autoridades encontraram o polo azul que Artur vestia e a mochila que levava.

“Estamos a procurar, a afastar os arbustos, mas continua muito difícil. Há muitas ervas daninhas e sedimentos que foram arrastados pelas cheias”, disse um militar da Unidade Militar de Emergências ao El País.

A prioridade das autoridades é encontrar Artur e limpar o rasto de destruição causado pela tempestade que assolou Maiorca e provocou 12 mortos no canal de Ses Planes, para onde foram arrastados os carros, com pessoas no seu interior.