Sociedade

DECO processa Facebook

Em causa está a utilização indevida de dados dos utilizadores da rede social

A DECO colocou um ação judicial ao Facebook pela utilização indevida dos dados dos utilizadores da rede social.

A associação recorre à justiça para exigir uma compensação a determinar pelo tribunal, nunca inferior a 200 euros, por consumidor e por ano de registo nesta rede social.

Para os utilizadores mais antigos da rede, que está em Portugal desde 2008, a compensação pode mesmo chegar aos dois mil euros.

"Os consumidores que pretendam receber esta compensação através da mediação da DECO, devem preencher o formulário disponível no seu site, juntando-se aos mais de 16.000 já inscritos, ao contrário dos restantes que podem ter de contactar o Ministério da Justiça para verem os seus créditos reconhecidos", escreve em comunicado a associação de defesa do consumidor.