Politica

Assunção Cristas acusa Costa de ser "um contador de estórias"

Debate quinzenal realiza-se numa altura de greves. CDS abriu discussão com fortes críticas ao Executivo

A líder do CDS, Assunção Cristas, abriu o debate quinzenal desta terça-feira a acusar o primeiro-ministro de "ser um contador de estórias".

Assunção Cristas usou a agitação social das últimas semanas, com a marcação de greves para defender: "A sua estória  do fim da austeridade não bate certo com a contestação crescente nas ruas"

A líder do CDS lembrou as queixas e protestos dos enfermeiros, dos polícias aos juízes, dos investigadores criminais aos trabalhadores dos transportes, dos técnicos de diagnóstico aos bombeiros.

“Todos se se sentem enganados por si. Porque a todos prometeu o que porventura nunca pensou cumprir", atirou Cristas.