Politica

Câmara de Lisboa. PSD apresenta pacote de medidas para melhorar higiene urbana

Recolha do lixo diária e redução do plástico são algumas das propostas dos sociais-democratas

Os vereadores do PSD da Câmara de Lisboa apresentaram um pacote de propostas para melhorar a higiene urbana da cidade. As medidas vão ser votadas na reunião da autarquia de quinta-feira.

Do conjunto de ideias, faz parte o alargamento da recolha do lixo “a todos os dias do ano e a todas as freguesias de Lisboa”. “O lixo acumula-se nas ruas em particular nas zonas históricas, sobretudo aos fins-de-semana e feriados, com a consequente degradação do ambiente e riscos para a saúde, situação que atinge níveis lamentáveis no verão, com o aumento do número de turistas e com a subida das temperaturas”, alertam os sociais-democratas.

A promoção da compostagem é outra das propostas do PSD para a autarquia de Lisboa. Os vereadores pretendem que a população e as instituições locais sejam sensibilizadas para a importância de fazer compostagem. Nesse sentido, sugerem que seja criado o prémio “Lisboa mais Composta” para o melhor projeto de compostagem na cidade, com as seguintes categorias: estabelecimento escolar, edifício habitacional ou condomínio, edifício de empresa e jardim.

 Os sociais-democratas mostram-se também preocupados com o uso excessivo de plástico, como, por exemplo, em garrafas. Para combater o problema, sugerem que seja estabelecida  uma parceria com a EPAL para aumentar o número de chafarizes e bebedouros na cidade. Além disso, propõem que seja promovida uma ação de sensibilização junto dos estabelecimentos de restauração, “com vista a promover a venda ao público de água engarrafada em garrafas de vidro, com recurso a copos de papel para consumo no exterior dos estabelecimentos”.

Por fim, o PSD sugere ainda que a Câmara de Lisboa proíba a  venda e utilização de sacos de plástico na cidade, “excepto os que são usados como sacos de lixo”.

Um dos vereadores sociais-democratas, João Pedro Costa, refere ao i que este pacote de medidas “é mais um exemplo de oposição construtiva, com resultados efetivos na vida das pessoas”. O autarca espera que “a grande maioria destas propostas” sejam aprovadas na reunião de quinta-feira.