Sociedade

Governo dá conferência pelo meio-dia para "prestar esclarecimentos a respeito da crise energética"

O executivo pretende igualmente esclarecer o país sobre o parecer da PGR

O Governo anunciou que vai realizar uma conferência, pelo meio-dia desta sexta-feira, para “prestar esclarecimentos a respeito da crise energética e do parecer do Conselho Consultivo da Procuradoria-Geral da República”. Sublinhe-se que a comunicação acontecerá na Presidência do Conselho de Ministros e contará com a presença de representantes da Presidência do Conselho de Ministros, do Ministério do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, do Ministério do Ambiente e da Transição Energética.

Na manhã desta quinta-feira foi anunciado que o Governo já tem em sua posse o parecer do Conselho Consultivo da Procuradoria Geral da República sobre a legalidade da greve dos motoristas de matérias perigosas, sendo que a informação foi adiantada ao Jornal Económico por uma fonte oficial do ministério do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social. Este parecer tinha por objetivo compreender se existia algum constrangimento legal que pudesse pôr em causa a paragem sem tempo definido dos motoristas de matérias perigosas.

Recorde-se que o presidente do Sindicato Independente dos Motoristas de Mercadorias, Anacleto Rodrigues, revelou que no próximo sábado serão "discutidas várias hipóteses" e "uma delas é a de suspensão da greve para data posterior" explicando que o objetivo não "é desconvocar mas adiar para dar mais tempo à Antram". Realce-se que o Governo anunciou a fixação dos serviços mínimos entre 50% e 100% e declarou o estado de emergência energética para garantir o abastecimento da Rede de Emergência de Postos de Abastecimento (REPA).

A três dias da greve, esta é a segunda conferência que António Vieira da Silva e João Matos Fernandes realizam no espaço de uma semana.