Sociedade

Covid-19. Alunos do 11.º e 12.º ano regressam às aulas presenciais por grupos

Direção-Geral de Saúde revelou um conjunto de regras a serem cumpridas. Distanciamento físico de 1,5 a 2 metros é aconselhado.


A Direção-Geral de Saúde (DGS) revelou um conjunto de normas para o regresso às aulas presenciais a 18 de maio para os alunos do 11.º e 12.º ano, nas disciplinas com exames nacionais.

Os alunos vão ser divididos por grupos – sem limite máximo no número de estudantes –, aos quais será atribuída uma zona diferente da escola para a realização das aulas. Além disso, secretárias junto das paredes, para que os alunos não fiquem de frente uns para os outros, e o distanciamento social de 1,5 a 2 metros, dentro e fora da sala de aulas, são outras medidas a ter em conta. 

Espaços fechados
As zonas que não são necessariamente ligadas à atividade letiva devem continuar encerradas, nomeadamente as salas de convívio e de apoio, bem como alguns espaços para comer, tais como os bares – os refeitórios não estão incluídos. As bibliotecas ou as salas de informática poderão estar abertas aos alunos se forem respeitadas as regras de distanciamento e de higiene devido à covid-19, alerta a DGS.

Salas ventiladas
Nos espaços em que os alunos têm as respetivas aulas deverá existir uma ventilação adequada, “através da abertura de portas e janelas”. “Em caso de utilização de ar condicionado, esta deve ser feita em modo de extração”, pode ler-se na nota divulgada pela DGS.