O Mundo em Calções

O fracasso embaraçoso de Tilden

William Tilden foi um dos melhores tenistas de todos os tempos mas viveu sob a sombra negra do desvio sexual de menores.

Bill Tilden olhou embasbacado para o céu e o que viu quase o fez deixar cair a raqueta. Um avião aproximava-se a grande velocidade do court de Forrest Hill, onde se encontrava a disputar o primeiro título mundial de singulares frente a a Bill Jonhston.

Pelo barulho, era possível perceber que o motor estava a falhar. Nas bancadas estavam sentadas mais de dez mil pessoas. Um silêncio angustiado tomou conta de toda a gente. O aeroplano, que entretanto também ficara mudo, baixava perigosamente direito a eles.

No último minuto, num esforço do piloto, ganhou um pouco de altura, passou por cima do campo e foi despenhar-se num baldio mais adiante. Tanto o piloto como o seu parceiro de voo, um fotógrafo especializado em imagens aéreas, tiveram morte imediata.

O árbitro deu ordem para que o jogo recomeçasse. Tilden estava a servir e conquistou, com um ás, a vitória que toda a gente esperava. Afinal, tratava-se do melhor jogador do mundo. Ou, pelo menos, assim era considerado. Quanto ao acidente, não mereceu grande reparo. Desastres com aviões eram o pão nosso de cada dia em 1922.

Leia o artigo na íntegra na edição impressa do SOL. Agora também pode receber o jornal em casa ou subscrever a nossa assinatura digital.