Politica

Bloco de Esquerda vai chamar ministro da Educação ao Parlamento

Partido quer ouvir ministro sobre início do ano letivo.

O Bloco de Esquerda vai chamar o ministro da Educação, Tiago Brandão Rodrigues, à Assembleia da República. O anúncio foi feito na manhã desta segunda-feira pela deputada bloquista Joana Mortágua, que explicou que o partido quer ouvir o ministro sobre o regresso às aulas.

"Nós [BE] queremos ouvir o ministro porque achamos que o Parlamento não pode passar ao lado do início do ano letivo", declarou a deputada esta manhã, em direto da Assembleia da República. 

Joana Mortágua lembrou que, no passado mês de junho, o BE propôs a diminuição do número de alunos por turma, sabendo “que isso significava mais professores, mais funcionários e encontrar com cada escola soluções para promover o distanciamento físico que não passassem por manter os alunos o dia inteiro na mesma sala de aula". Contudo, o projeto foi rejeitado e o ano letivo arrancou "com os mesmos recursos do ano passado, com os mesmos alunos por turma e com o mesmo número de professores". 

A deputada falou ainda acerca da contratação de mais de 1.500 professores, uma contratação que, segundo o BE, podia ter avançado no verão, tal como o partido tinha recomendado.

"O Governo poderia ter ido mais longe na preparação do ano letivo", disse Joana Mortágua, realçando, contudo, que "há medidas que podem ser tomadas".