Desporto

Portugal-Espanha: teste ao público

Jogos de Portugal com Espanha (particular) e Suécia (Liga das Nações), em Alvalade, terão público na bancada. Já Santa Clara-Gil Vicente será o primeiro jogo da I Liga com adeptos.

O futebol irá voltar a abrir as portas dos estádios aos adeptos de forma faseada. Mas atenção: o passo que vai ser dado já no próximo jogo de Portugal, que recebe a Espanha, no dia 7 de outubro, em Alvalade, em jogo amigável, apresenta-se como um teste ao regresso do público aos estádios portugueses. Isto significa que, caso o resultado seja negativo, a medida é reversível. Através de comunicado, a Federação Portuguesa de Futebol (FPF) anunciou durante a semana que para este encontro será  «autorizada a ocupação de 5% da lotação do estádio com público», ou seja, cerca de 2500 espectadores. Precisamente uma semana depois, haverá novo ensaio, desta vez no jogo entre a Seleção nacional e a Suécia, também em Alvalade, referente à fase de grupos da Liga das Nações. Antes deste desafio, recorde-se, a equipa das Quinas mede forças com a França, atual campeã mundial, fora (11 de outubro), também em jogo do Grupo 3 da prova da UEFA. De relembrar que Fernando Santos e companhia entraram da melhor maneira na competição da qual são os atuais campeões. Nas duas primeiras jornadas do grupo, Portugal goleou a Croácia (4-1) e venceu (2-0) a Suécia, com bis de Cristiano Ronaldo.

Adeptos separados por cinco lugares 
Enquanto se faz a contagem decrescente para o regresso do público à bancada dos estádios em Portugal Continental, este sábado, nos Açores, o jogo entre Santa Clara e Gil Vicente vai  tornar-se o primeiro encontro da primeira Liga a receber adeptos desde o último mês de março – altura em que foi decretado o estado de emergência devido â pandemia de covid-19. 

Seguindo as normas regionais para a covid-19, os adeptos vão estar separados por cinco lugares, mesmo sendo coabitantes. 

Além disso, o uso de máscara vai ser obrigatório ao longo de todo o jogo e serão registados os contactos de todos os adeptos presentes.

A permissão de público no estádio de São Miguel surge após a Liga ter sugerido à Direção Regional da Saúde dos Açores (DRS) que aplicasse aos encontros do Santa Clara as normas regionais, que permitem a presença de público em eventos desportivos. Como tal, o jogo terá uma assistência de 1000 pessoas (10% da lotação máxima do estádio).

Pedro Proença, presidente da Liga, havia afirmado no último sábado que os clubes manifestam «frustração» perante a resistência das autoridades sanitárias em testar o regresso do público aos estádios. 

Vários dirigentes têm reforçado durante os últimos tempos a fatia fundamental proveniente das receitas de bilheteira, sob pena de alguns clubes não conseguirem mesmo resistir à crise já provocada pelo coronavírus.