Politica

Suzana Garcia vai (mesmo) ser candidata do PSD à Amadora

Apoio dos sociais-democratas a Isaltino Morais em Oeiras ainda não ficou fechado.


A Comissão Política Nacional do PSD aprovou, esta quarta-feira, a candidatura da advogada e ex-comentadora televisiva Suzana Garcia à Câmara Municipal da Amadora, numa reunião na qual ainda não ficou fechado o processo em Oeiras.

O nome de Suzana Garcia, proposto pelas estruturas locais, foi homologado pela direção alargada, num encontro que começou na terça-feira à noite e terminou já de madrugada, confirmaram fontes sociais-democratas, citadas pela agência Lusa.

A candidata do PSD à Amadora é advogada e foi comentadora da TVI, onde manifestou posições consideradas polémicas como o apoio à castração química para pedófilos reincidentes, defendida pelo Chega.

Sublinhe-se que a Visão avançou que Suzana Garcia tinha chegado a ser convidada pelo partido liderado por André Ventura para assumir uma candidatura autárquica, mas que a advogada terá recusado. Já depois de começarem as especulações sobre a opção do PSD para a Amadora, o próprio presidente do Chega veio elogiar a escolha de Rui rio, embora o nome da ex-comentadora ainda não tivesse sido confirmado.

Em relação a Oeiras, nada ficou decidido definitivamente na reunião dos sociais-democratas, a concelhia e a distrital de Lisboa já aprovaram o apoio ao movimento independente encabeçado por Isaltino Morais, mas a decisão ainda não foi homologada no encontro.

Recorde-se que o atual presidente da Câmara de Oeiras, Isaltino Morais, foi militante do PSD até 2005, ano em que se desfiliou por o partido, na altura liderado por Marques Mendes, não ter apoiado a sua recandidatura à Câmara de Oeiras, devido à sua condição de arguido em processos de corrupção passiva, fraude fiscal, branqueamento de capitais e abuso de poder.