Internacional

Libaneses protestam contra a subida dos combustíveis

Taxistas bloquearam uma das principais artérias de Beirute, esta quinta-feira, furiosos com uma das piores crises económicas alguma vez registada. 


A miséria que se vive no Líbano, que enfrenta uma das piores crises económicas alguma vez registada, agravou-se com a subida de 25% no preço dos combustíveis, anunciada esta quarta-feira. Em resposta, taxistas bloquearam a Praça dos Mártires, uma das principais artérias de Beirute, esta quinta-feira, avançou a Reuters. 

Com o preço dos combustíveis mais de dez vezes superior ao que era há uns meses atrás, tendo a libra libanesa sofrido uma inflação de cerca de 90% nos últimos dois anos, o desespero aumenta.

"Como é que é suposto nós vivermos? Nós conduzimos por aí e não encontramos passageiros na estrada", queixou-se Hanna Ibrahim, uma taxista em protesto, que vê bem a pobreza dos poucos clientes com que se depara. "Eles fazem-nos chorar e nós fazemo-los chorar".