Politica

PSP chamada à sede distrital do PSD após desentendimentos entre militantes

Em causa estavam dúvidas sobre o número de listas concorrentes à comissão política distrital.


A Polícia de Segurança Pública (PSP) foi chamada, durante a madrugada desta quinta-feira, após desentendimentos de militantes do PSD junto à sede distrital do partido em Lisboa. Em causa estavam dúvidas sobre o número de listas concorrentes à comissão política distrital.

“Quando me encontrava de serviço de Patrulhamento Auto na área adstrita à 24.ª Esquadra [Campo de Ourique], [...], desloquei-me ao local da ocorrência onde havia notícia de desentendimento entre militantes do Partido Social Democrático (PSD)", lê-se num auto de notícia, ao qual a agência Lusa teve acesso.

A participação foi feita pelas 00h30. A denúncia foi feita por Pedro Fonseca, que disse “ter-se dirigido à sede distrital do PSD, na terça-feira, para ‘entregar a lista de candidatura à comissão política do PSD’”, escreve a Lusa.

No entanto, após o prazo para entrega de candidaturas ter terminado, pelas 00h de quarta-feira, o denunciante "dirigiu-se à sede a fim de aceder às restantes listas candidatas, ao que verificou que não existiam quaisquer listas além da sua".