Politica

Marcelo Rebelo de Sousa diz-se "animado" quanto às eleições de janeiro

"Não é preciso ser muito otimista nem beber muita ginjinha para realmente encarar com serenidade mas com determinação aquilo que estamos a viver e vamos viver", afirmou o Presidente da República.


Marcelo Rebelo de Sousa referiu esta sexta-feira que estava "naturalmente animado" relativamente às eleições legislativas de janeiro. 

O chefe de Estado falou aos jornalistas no Palácio de Belém, em Lisboa, depois de receber a ginjinha que tradicionalmente vai beber no Barreiro na véspera de Natal e sublinhou que os portugueses têm "oportunidade de decidir logo em janeiro" o futuro do governo.

"Não é preciso ser muito otimista nem beber muita ginjinha para realmente encarar com serenidade mas com determinação aquilo que estamos a viver e vamos viver", afirmou o Presidente da República, acrescentando que "os portugueses estão nessa onda, muito serenos mas muito determinados, não há dúvida".

Já sem deixar escapar o tema da covid-19, Marcelo considera que os portugues estão todos "a fazer um esforço muito bom para enfrentar a pandemia, as pessoas estão a perceber a vacinação".

"A geração que entra agora na fase de reforço, que é dos 55 em diante, é uma geração muito importante em termos de população ativa. Portanto, segurar bem em termos de pandemia é como o código postal, é meio caminho andado", defendeu.

Quanto ao que aí vem, o Presidente da República afirma que há "um conjunto de precauções que são importantes", tal como "como o teletrabalho e o atraso do início das aulas, ao mesmo tempo que felizmente os dados sobre economia mostram que ela está a resistir".

 

Os comentários estão desactivados.