Politica

Carla Castro quer fazer da Iniciativa Liberal a terceira força política

"Queremos e temos ambições de ser não apenas uma oposição, mas sim uma alternativa”, afirmou a candidata à liderança da IL, que apresentou hoje a sua moção estratégica para o partido.


A candidata à liderança da Iniciativa Liberal (IL) Carla Castro afirmou, este sábado, que é a pessoa certa para levar o partido a ser a terceira força política em Portugal.

"Temos as nossas linhas vermelhas, que são com quem não queremos estar, e as azuis, que são as circunstâncias com que poderemos estar. Mas mais importante neste momento do que falarmos em coligações é ganharmos todos os votos, é nós apresentarmos alternativas. As propostas liberais valem por si próprias e nós queremos ganhar os votos de todos os eleitores", afirmou, depois de ter apresentado publicamente a sua moção de estratégia para o partido, intitulada ‘Um País em Liberdade e em Prosperidade.

Explicou também que as tais "linhas vermelhas" dizem respeito ao Chega e ao Partido Socialista, "que é o responsável pelo 'arco de governação' que tem promovido a estagnação do país". 

"Queremos ser a terceira força política nacional e, para isso, temos um programa ambicioso, quer de robustecimento interno do partido no país, em que sabemos perfeitamente como o fazer crescer e descentralizar e convocar a energia de todos os liberais", afirmou.

"Queremos e temos ambições de ser não apenas uma oposição, mas sim uma alternativa e, para isso, é importante crescer e afirmar as nossas políticas”, acrescentou.

Os comentários estão desactivados.