Internacional

Vice-ministro da Defesa ucraniano demite-se após alegações de corrupção

Vice-ministro da Defesa, assim como vários altos funcionários do Estado ucranianos, demitiram-se hoje depois das notícias sobre alegadas compras de material logístico militar a "preços inflacionados", nomeadamente alimentos. 

Vice-ministro da Defesa ucraniano demite-se após alegações de corrupção

A demissão do vice-ministro da Defesa da Ucrânia, Vyacheslav Shapovalo, permite ao país manter a confiança da sociedade e dos parceiros internacionais. Quem o disse foi ministro da Defesa da Ucrânia esta terça-feira, em comunicado.  

"Mesmo que estas acusações sejam infundadas, a saída de Shapovalo vai preservar a confiança da sociedade e dos parceiros internacionais, assim como assegurar a objetividade", disse o Ministério da Defesa. 

Recorde-se que o vice-ministro da Defesa, assim como vários altos funcionários do Estado ucranianos, demitiram-se hoje depois das notícias sobre alegadas compras de material logístico militar a "preços inflacionados", nomeadamente alimentos. 

Entre os funcionários que se demitiram, estão o vice-ministro da Defesa e responsável pelo apoio logístico às Forças Armadas, Vyacheslav Shapovalov, o vice-chefe da Administração Presidencial, Kyrylo Tymoshenko, e o vice-Procurador-Geral, Oleksiy Simonenko. 

Os afastamentos de hoje seguem-se também à demissão do vice-ministro ucraniano das Infra-Estruturas, Vasyl Lozynsky, por suspeita de receber um suborno de 400 mil dólares para alegadamente "facilitar" a compra de geradores a preços inflacionados. 

Os comentários estão desactivados.