memoria

O Ruanda honra os seus mortos 25 anos depois do genocídio

João Campos Rodrigues