Politica

Passos em força na recta final da campanha

O líder do PSD e primeiro-ministro vai estar presente ao lado do seu cabeça-de-lista às eleições europeias, Paulo Rangel, nos três últimos dias da campanha, que chega ao fim na sexta-feira.

Passos Coelho vai participar numa iniciativa da Aliança Portugal na quarta-feira e numa outra na quinta-feira. E na sexta-feira estará no Porto para encerrar a campanha ao lado do seu parceiro de coligação, Paulo Portas, e de Paulo Rangel e Nuno Melo.

Amanhã é a vez do líder do CDS e vice-primeiro-ministro se juntar à caravana logo de manhã, numa iniciativa que decorrerá em Aveiro, o distrito por onde Portas é tradicionalmente eleito nas eleições legislativas. O presidente do CDS surge pela terceira vez no período de campanha oficial, desta feita numa visita a uma empresa de bacalhau na Gafanha da Nazaré, em Aveiro.

Ex-líderes do PSD ‘dizem presente’

Marcelo Rebelo de Sousa é o ex-líder social-democrata que amanhã chega à campanha da Aliança Portugal. Hoje foi a vez de Luís Filipe Menezes, que numa acção de campanha da Aliança Portugal em Valpaços, onde a coligação PSD/CDS visitou uma adega vinícola, quis mostrar que os sociais-democratas não estão nestas eleições europeias "divididos, cada um a puxar para o seu lado".

O ex-presidente da Câmara de Vila Nova de Gaia teceu grandes elogios ao cabeça-de-lista da coligação: "Eu estou com o doutor Paulo Rangel a 200%, de alma e coração, por convicção, porque, como afirmei no congresso do meu partido, considero que é uma personalidade que está acima do prestígio hoje em dia que o próprio partido tem".

Ontem coube ao ex-líder  Luís Marques Mendes dar o seu apoio à coligação que concorre às europeias. Num jantar com apoiantes do PSD e do CDS, em Barcelos, Marques Mendes mostrou-se preocupado com a abstenção do próximo domingo. E apelou directamente aos que “tradicionalmente” votam PSD e CDS para lhes pedir que não fiquem em casa, mesmo que tenham queixas contra o Governo. “Eu também acho que o Governo ao longo dos três anos teve falhas, teve alguns erros, e tenho feito esses reparos. Mas, atenção, não vou deixar de votar por causa disso no próximo domingo. Mesmo tendo razões de queixa”, sublinhou.

A entrada da ex-líder Manuela Ferreira Leite na campanha ainda está em aberto.

sofia.rainho@sol.pt