Politica

‘Quiseram crucificar Cavaco’

Tudo começou quando o diário Público divulgou uma notícia segundo a qual Cavaco Silva defendera no Conselho de Estado, realizado na segunda-feira, a aplicação de sanções a Portugal por parte da Comissão Europeia.

«Mais uma vez quiseram crucificar Cavaco e à custa dele tirar dividendos políticos. Tantas vezes assim aconteceu no passado…» -- disse ao SOL uma fonte do círculo próximo do ex-Presidente. Que adiantou: «Como homem de princípios, Cavaco Silva não fez a sua própria defesa». A fonte referia-se ao facto de Cavaco não ter querido fazer declarações à imprensa, alegando o ‘dever de sigilo’.

Tudo começou quando o diário Público divulgou uma notícia segundo a qual Cavaco Silva defendera no Conselho de Estado, realizado na segunda-feira, a aplicação de sanções a Portugal por parte da Comissão Europeia.

Vários jornais transcreveram a notícia e choveram os comentários na net. Perante o silêncio do ex-PR, o também conselheiro de Estado Lobo Xavier pediu a Marcelo Rebelo de Sousa escusa do dever de sigilo e, no programa Quadratura do Círculo, de quinta-feira à noite, desmentiu a notícia do Público (a cujos órgãos, curiosamente, pertence).

Comentando este facto, a fonte do círculo próximo de Cavaco que vimos a citar disse: «Felizmente houve quem se chegasse à frente e alterasse o rumo de um enredo que se previa feio, embora com perna curta».