Sociedade

PAN quer que animais possam entrar nos restaurantes

A atual legislação proíbe a entrada de animais em espaços fechados que exerçam atividade de restauração ou bebidas

O partido Pessoas Animais Natureza (PAN) apresentou uma proposta de lei, que será debatida no início de outubro, para que todas as lojas, incluindo restaurantes, passem a permitir a entrada de animais.

Esta medida "impede que os animais tenham que esperar presos à porta dos supermercados ou no interior do automóvel enquanto os detentores estão dentro destes estabelecimentos", refere o deputado do PAN num comunicado.

Sublinhe-se que a atual legislação proíbe a entrada de animais em espaços fechados que exerçam atividade de restauração ou bebidas, mesmo que o proprietário do estabelecimento o autorize, a única exceção são os cães de assistência.

Para o PAN, "os animais fazem cada vez mais parte da vida das famílias portuguesas", e por isso a decisão de permitir ou não a entrada de animais deve caber aos proprietários.

"Queremos seguir o exemplo dado por uma grande parte dos países da UE. Assim, assegura-se a liberdade de escolha dos proprietários dos estabelecimentos, mas também dos clientes que queiram fazer-se acompanhar pelos animais", justifica André Silva.