Politica

Rio convencido de derrota no governo sobre o IVA para a tauromaquia

O presidente do PSD disse ainda que a divisão que se viu no Partido Socialista não aconteceu no PSD

Rui Rio, presidente do PSD, disse estar "convencido" que o governo "vai ter uma derrota" no tema do IVA da Cultura, especialmente no que à tauromaquia diz respeito 

"O goveno prometeu baixar o IVA da Cultura para 6%, mas depois faz discriminações que não se percebe muito bem. Se for um concerto de música num pavilhão fechado paga 6%, mas se for no parque da cidade (...) já pagará mais do dobro", afirmou Rio à margem de uma reunião do Conselho Estratégico Nacional dos sociais-democratas, em Coimbra. "Não faz sentido. Também por isso estou convencido de que o governo vai ter uma derrota e vai ser corrigidoem sede de especialidade". 

O líder social-democrata também garantiu não ter dúvidas de ter havido um "choque forte" entre o executivo e a bancada parlamentar socialista sobre o IVA para a tauromaquia, contrapondo a falta de divisões sobre o tema no seu partido. "Neste caso concreto, não houve divisão nenhuma no PSD. Pode haver até uma ou outra pessoa que possa pensar diferente, agora não aconteceu no PSD aquilo que aconteceu no Partido Socialista", referiu. E, ironizando, acrescentou que caso tivesse acontecido no PSD nem sabe "quantos telejornais não abriria". 

Recorde-se que na proposta de orçamento de Estado para 2019 o governo avançou com modalidades diferentes, conforme o local, para o IVA de eventos tauromáquicos e que a bancada parlamentar socialista avançou com uma proposta de alteração do OE oposta à orientação do executivo socialista, no sentido de todos os eventos serem taxados com IVA de %.