Politica

CDS quer penas mais duras para crimes contra a PSP e GNR

O partido apresentou duas iniciativas de apoio às forças de segurança.

O CDS-PP apresentou, esta quarta-feira, um projeto de lei que agrava as penas para os crimes contra agentes de segurança e uma resolução para que lhes seja atribuído um subsídio de risco.

As duas iniciativas foram apresentadas por Telmo Correia, na véspera da manifestação conjunta da GNR e PSP em frente à Assembleia da República, que exigiu uma “resposta política”, tendo em conta a existência de “um problema sistemático de ofensas a quem exerce a autoridade”.

O deputado centrista acusou ainda o Governo estar em falta na tomada de medidas na resolução dos problemas relacionados com as forças de segurança, e sugeriu ainda que fosse criado um grupo de trabalho, no parlamento, para avaliar as condições de trabalho destes profissionais.

Telmo Correia acusou o Governo de ignorar, “anos a fio”, as reivindicações, que considerou justas. "Se agredir um polícia é agredir o Estado, como disse o ministro [da Administração Interna], ignorar anos a fio as reivindicações justas dos agentes das forças de segurança, é o quê? É obviamente pôr em causa o Estado e a liberdade de todos”, acrescentou.