Politica

Livre demarca-se de Joacine e sublinha preocupação com sentido de voto sobre Palestina

Joacine absteve-se no voto 'de condenação da nova agressão israelita a Gaza' e partido não gostou

A direcção do Livre, partido pelo qual Joacine Katar Moreira foi eleita, criticou o sentido de voto da sua única deputada e mostrou-se preocupada pelo facto de a posição estar em “contra-senso com o programa eleitoral” do partido.

Recorde-se que Joacine Katar Moreira absteve-se na votação, apresentada pelo PCP esta sexta-feira, “de condenação da nova agressão israelita a Gaza e da declaração da Administração Trump sobre os colonatos israelitas”.

Na sequência desta abstenção, o Livre demarcou-se da atitude da deputada e, em comunicado publicado no site do partido, fez questão de sublinhar que a sua posição sobre a Palestina “é clara desde a fundação do partido: pela autonomia do território e pelo reconhecimento do Estado da Palestina”, manifestando assim a sua “preocupação com o sentido de voto da deputada Joacine Katar Moreira, em contra-senso com o programa eleitoral”.

Sublinhe-se que o texto em causa foi proposto pelos comunistas, tendo sido aprovado com votos a favor do PCP, do PEV, do Bloco de Esquerda, do PS e do PAN. PSD, CDS, Chega, e Iniciativa Liberal votaram contra. Além da abstenção da deputada do Livre, a proposta contou também com a mesma posição de Ascenso Simões, do PS.