Desporto

“Às vezes apetece-me gritar: Cristiano, Messi, Ibrahimovic, ajudem-me!”

Vencedora da Bola de Ouro pede ajuda aos craques para serem mais interventivos na sociedade.

Megan Rapinoe, jogador de futebol dos Estados Unidos que recentemente venceu a Bola de Ouro, considera que os jogadores e principais estrelas de futebol deveriam ter uma postura mais ativa nos principais problemas da sociedade.

“Às vezes apetece-me gritar: Cristiano, Messi, Ibrahimovic, ajudem-me! Estas grandes estrelas não participam em nada quando há tantos problemas no futebol masculino. Têm medo de perder tudo? Mesmo que acreditem nisso, não é verdade. Quem tiraria o Cristiano ou o Messi do futebol por uma declaração contra o racismo ou contra o sexismo?”, questiona a jogadora norte-americana numa entrevista à revista France Footaball.

A jogadora dá como exemplo a sia postura no mundo do futebol: “Esta Bola de Ouro compensa ambas as partes. Por um lado, sou muito boa futebolista. Por outro lado, as pessoas entendem que procuro ajudar a encontrar soluções para os problemas da nossa sociedade. A ideia é capacitar outros para que falem em voz alta”.