Politica

Deputado do PS acusa PSD de não se importar com os portugueses

As acusações foram feitas no final do debate quinzenal, onde, para além de se discutir as medidas de prevenção a serem tomadas por causa do Covid-19, foi também discutida a questão do aeroporto do Montijo.

O deputado Carlos Pereira acusou o PSD de “não se importar com o país e com os portugueses” devido à classificação que os sociais-democratas fizeram do possível aeroporto a ser construído no Montijo. A acusação foi feita no final do debate quinzenal.

"É impossível alguém perceber o que o PSD quer, em 13 anos já teve quatro soluções e algumas variantes (...) O PSD não está importado com os portugueses, não está importado com Portugal, o PSD está importado consigo próprio, foi assim quando chumbou a linha circular do metro de Lisboa ou quando criou dificuldades ao Governo no IVA da eletricidade", afirmou o deputado socialista.

A acusação levou o vice-presidente do grupo parlamentar do PSD a pedir defesa de honra da bancada. "Foi uma intervenção de maledicência a roçar a arruaça, numa palavra foi uma intervenção miserável", afirmou Adão Silva, salientando que “neste momento”, o seu partido não questionava a localização da obra, mas sim a intenção do ministro das Infrestruturas Pedro Nuno Santos, que manifestou interesse em fazer uma “lei á medida”, de forma a contornar a possibilidade de a construção ser vetada pelas autarquias afetadas.