Politica

Rui Rio: "Não há racismo na sociedade portuguesa"

Líder do PSD, Rui Rio, disse que não teria autorizado as manifestações contra o racismo durante a pandemia de covid-19

Depois de ter criticado através das redes sociais os critérios do Governo para permitir certos tipos de atividades e impedir outros em tempos de covid-19, hoje à noite Rui Rio concedeu uma entrevista à TVI  em que diz que não teria autorizado, por exemplo, as manifestações contra o racismo realizadas este fim de semana, defendendo que "não há racismo na sociedade portuguesa".

"Foi promovido por forças de esquerda, apesar de todos sermos contra o racismo. Ainda entendo na América onde aquilo aconteceu, agora aqui em Portugal, mas a que propósito? Ainda ficamos é racistas com tanta manifestação antirracista, não noto isso na sociedade portuguesa, não há racismo na sociedade portuguesa", declarou.

Questionado se Portugal não deverá ser solidário com acontecimentos deste tipo em outros países, o líder do PSD não tem dúvidas: "Podemos e devemos, mas não, em minha opinião, numa manifestação daquela natureza neste momento".

Rio disse que se dependesse dele a manifestação não teria tido lugar, mas admitiu que as dificuldades em atuar em protestos desta natureza.

Na mesma entrevista, Rui Rio disse ainda que não teria ido ao espetáculo de Bruno Nogueira no Campo Pequeno. Recorde-se que o evento contou com cerca de duas mil pessoas, entre as quais o primeiro-ministro António Costa e o Presidente da República Marcelo Rebelo de Sousa.