Sociedade

Juiz suspenso por pressões no caso Freeport nomeado para adjunto de Francisca Van Dunem

José Luís Lopes da Mota será adjunto da ministra da Justiça e terá como missão apoiar a Presidência Portuguesa do Conselho da União Europeia.

O juiz conselheiro José Luís Lopes da Mota foi nomeado este mês pela ministra da Justiça, Francisca Van Dunem, para seu conselheiro. Tem a missão de apoiar a presidência portuguesa do Conselho da União Europeia, trabalhando assim no gabinete da ministra que o escolheu para o cargo - a nomeação produziu efeitos a 1 de junho.

Em 2009, José Lopes da Mota, à data procurador do MP, foi suspenso durante um mês, acusado de pressionar outros magistrados responsáveis pelo caso Freeport para arquivar os autos do conhecido processo que visavam o ex-primeiro-ministro José Sócrates.

Francisca Van Dunem já havia considerado que o juiz estava inocente em 2009, ao votar contra a sua suspensão no caso Freeport. A ex-procuradora distrital de Lisboa foi o único elemento do órgão disciplinar do Ministério Público a votar contra a penalização de José Luís Lopes da Mota. Na altura, Lopes da Mota ainda tentou recorrer da suspensão, mas sempre sem sucesso.