Sociedade

Ativistas climáticos voltam a protestar a 19 de março

Com a pandemia de covid-19, as ações da Greve Climática Global “tomarão diferentes formas em diferentes lugares”.

A organização Greve Climática Estudantil marcou a próxima Greve Climática Global para dia 19 de março, com locais e horas ainda por anunciar. Os protestos inserem-se no movimento internacional Fridays for Future, desencadeado pela ativista Greta Thunberg.

O objetivo da próxima greve será “exigir ações imediatas, concretas e ambiciosas por parte de líderes mundiais em resposta à crise climática”, lê-se em comunicado.

O movimento Fridays for Future teve início há mais de dois anos e conta já com a adesão de 7.500 cidades de todo o mundo e a participação de mais de 14 milhões de pessoas. Com a pandemia de covid-19, as ações “tomarão diferentes formas em diferentes lugares”, mas continuarão a realizar-se.

“Se não agirmos agora, nem sequer teremos a oportunidade de cumprir as metas de 2030 e 2050 de que os líderes mundiais tanto falam”, apontam os ativistas.