Desporto

Belenenses SAD e Braga são os clubes que utilizam mais jogadores portugueses

Um relatório do Sindicato dos Jogadores Profissionais de Futebol (SJPF) revelou as tendências nos clubes da Primeira e Segunda Liga no uso de atletas nacionais e estrangeiros.


Segundo o Sindicato dos Jogadores (SJPF), o Belenenses SAD é "a equipa mais portuguesa da Liga NOS" que mais utiliza atletas nacionais, nesta temporada apenas se apresentou em campo uma vez com mais estrangeiros (8) do que portugueses (6). Seguem-se o Sporting de Braga e o Sporting Clube de Portugal, a atingir a paridade. O resto das equipas da Primeira Liga acabaram por apresentar um maior uso de jogadores estrangeiros.

No fundo da tabela, Boavista e Marítimo surgem como os clubes que utilizam menos jogadores portugueses, com os madeirenses a jogar, em três ocasiões, com um único jogador lusitano em campo, e cujo máximo foi atingido na 15.ª jornada, com quatro portugueses.

O relatório indica ainda o aumento de jogadores estrangeiros na liga, que em 2019-20 representavam 62%, e em 2018-19, 63%. Na primeira volta da temporada 2020-21, 64% dos jogadores eram estrangeiros.

Já na Liga SABSEG (Segunda Liga), a realidade é outra. 55% dos jogadores são portugueses, aumentando em 1% relativamente a 2019-20 e em 4%, comparativamente com a temporada 2018-19, onde a vantagem portuguesa foi mínima (51%-49%).

Nesta liga, o Benfica B foi o clube que mais portugueses utilizou na primeira volta, seguido pelo Penafiel e pela Académica. No fundo da tabela, no entanto, o Arouca é o “clube mais estrangeiro” deste campeonato, seguido pelo Casa Pia.