Politica

Mariana Mortágua vai processar André Ventura por difamação

Deputada do BE é acusada por comentadora espanhola ligada à extrema-direita de receber dinheiro do BES e de Ricardo Salgado.


A deputada do Bloco de Esquerda (BE) Mariana Mortágua escreveu na madrugada desta segunda-feira na sua rede social Twitter que iria processar o presidente do Chega, André Ventura, e a comentadora espanhola Cristina Seguí por difamação.

"Ventura e Seguí vão responder em tribunal por difamação. Mesmo ridícula, uma calúnia é uma calúnia", escreve Mortágua em resposta à publicação de André Ventura, que republica um post de Cristina Seguí.

O presidente do Chega afirma: "Uma jornalista espanhola acusa Mariana Mortágua, do Bloco de Esquerda, e um ex Ministro da defesa espanhol, de receberem dinheiro do BES e de Ricardo Salgado. Dá numeros de conta e detalhes de encontros. Isto é grave demais! Hoje, na SIC, era um bom dia para dar algumas explicações!".

Seguí é uma comentadora espanhola, que está ligada ao partido de extrema-direita VOX.

No início do mês passado, a revista Visão escreveu um artigo dedicado à "influencer", que acusa "antifeminista e anticomunista", assim como uma "amplificadora de teses conspirativas e fake news". Nesse artigo, o órgão de comunicação português sublinha que "a antiga coqueluche do partido espanhol de extrema-direita "Vox"", começou recentemente a "atacar também figuras portuguesas", entre as quais Paulo Portas, Pedro Filipe Soares, Pacheco Pereira, Ana Gomes, Marisa Matias, Catarina Portas, Francisco Louçã e Carmo Afonso.