Economia

Altice reforça investimentos e compromissos

Operadora renovou a parceria com a InvestBraga, que gere o Altice Forum Braga, e assinou um protocolo de empreendedorismo com a Startup Braga. Também anunciou investimentos em fibra ótica em todas as aldeias de xisto e outros projetos.


Depois de em 2018 ter assumido os direitos de nome da maior sala de espetáculos do norte do país – o Altice Forum Braga –, a Altice Portugal renovou a sua parceria com a InvestBraga, que gere esta estrutura multiusos, com o intuito de promover a cultura, através do apoio a projetos culturais, eventos e espaços que dinamizem o cenário cultural nacional, nas suas mais variadas expressões, desde a música, o cinema, a arte ou o desporto.

«O Altice Forum Braga, enquanto espaço privilegiado onde a portugalidade ganha novos contornos, mas onde também a multiculturalidade tem lugar, ganha hoje novos contornos com a renovação desta parceria. Braga ganha um novo compromisso, que se traduz numa parceria tecnológica que alia cultura, tecnologia e inovação», explica a Altice Portugal.

A par da cultura, a empresa vai reforçar a sua aposta ao nível do empreendedorismo com um «modelo de inovação aberto ao exterior, através de parcerias com hubs tecnológicos, startups e academia», em colaboração com a InvestBraga.

Com o intuito de «levar o melhor da tecnologia portuguesa para o mundo», a Altice Portugal e a Startup Braga estabeleceram na quarta-feira uma parceria tecnológica, através da assinatura de um protocolo com vista ao «desenvolvimento de projetos empreendedores e inovadores, ao enriquecimento das soluções existentes e à criação de um portefólio de produtos e serviços disruptivos».

Além do reforço da infraestrutura necessária para garantir e melhorar as condições de trabalho dos projetos aí incubados, a Startup Braga contará com o acompanhamento especializado das equipas da Altice Portugal na identificação das soluções adequadas às necessidades de crescimento deste hub.

Com o estabelecimento destes compromissos, a operadora procura assegurar capacidade de investigação alargada, antecipar riscos tecnológicos e identificar e integrar talento. 

Para a empresa, todas estas iniciativas «são fruto de um investimento totalmente privado, autónomo e voluntário» que permite à empresa «contribuir para um ecossistema nacional de empreendedorismo reconhecido a nível mundial».

Fibra ótica chega a todas as Aldeias de Xisto até 2023

Outro dos projetos da Altice Portugal tem em vista o investimento em fibra ótica. Neste sentido, a ADXTUR e a empresa de telecomunicações assinaram um protocolo que prevê o alargamento da cobertura de fibra ótica e rede móvel nas Aldeias de Xisto. O processo, que abrange 14 aldeias até final deste ano, estará completo em 2023 e inclui ainda a instalação de 11 estações móveis, assegurando a cobertura das redes 4G e 5G.

Em comunicado, o presidente da ADXTUR reconhece o desafio do projeto, tendo em conta que «é um dos territórios mais interiores e complexos do ponto de vista orográfico». Contudo, não duvida que será cumprido. 

«Os elos de comunicação mais orgânicos estão criados, mas precisamos da camada da conectividade para que todos os que querem estar, viver e trabalhar nas Aldeias do Xisto o possam fazer cada vez mais», sublinhou. 
Também a Altice defende que o investimento «promove o combate à desertificação e às desigualdades territoriais, proporcionando maior atratividade, investimento e turismo».

Penafiel quer cobrir 90% do concelho com fibra ótica
No âmbito do investimento em redes de comunicações e infraestruturas, também a Câmara Municipal de Penafiel e a Altice Portugal assinaram um protocolo com vista à expansão da rede de fibra ótica no concelho e a substituição de redes nas Áreas de Central Local (ACL’s) em determinadas freguesias. Além disso foram anunciados novos investimentos na rede móvel, com a instalação de duas novas estações base nas freguesias de Rio de Moinhos e Penafiel.

João Teixeira, Chief Technology Officer da Altice Portugal que se deslocou na quarta-feira a Penafiel, acredita que «este investimento vem em muito beneficiar a população do concelho pois confere uma maior qualidade de serviço e fá-lo numa verdadeira ótica de serviço público, levando um bem essencial como as telecomunicações a toda a população».