Politica

Augusto Santos Silva na calha para assumir Presidência da Assembleia da República

António Costa já formalizou o convite a Santos Silva para presidir à Assembleia da República.


Augusto Santos Silva, até aqui ministro dos Negócios Estrangeiros, será o melhor colocado para ser o candidato do PS à Presidência da Assembleia da República. Ao que o Nascer do SOL apurou, António Costa já formalizou o convite a Santos Silva para o lugar que Eduardo Ferro Rodrigues deixou vago. 

Recorde-se que em julho do ano passado, o ministro, de 65 anos, admitiu que pretendia sair do Executivo para terminar a sua atividade profissional na Faculdade de Economia do Porto, onde é professor catedrático, uma vez que a idade limite de jubilação é aos 70 anos.

Contudo, caso a candidatura seja oficializada e recolha o apoio maioritário dos deputados — o cenário mais certo, tendo em conta a maioria absoluta alcançada pelo PS nas legislativas de domingo —, ao ser eleito Presidente da Assembleia da República, Santos Silva não poderá retomar a sua atividade enquanto professor daquela faculdade.

Augusto Santos Silva é natural do Porto, tem uma licenciatura em História e é doutorado em Sociologia. Até assumir a pasta dos Negócios Estrangeiros, em 2015, dava aulas de Economia na Universidade do Porto, tendo assumido várias outras pastas — Cultura, Educação, Defesa, Assuntos Parlamentares — nos governos de António Guterres e José Sócrates.

A seguir a Santos Silva, Edite Estrela, a deputada do PS eleita por Lisboa, é um dos nomes na corrida para presidir à Assembleia da República.

Note-se que, depois de Ferro Rodrigues ter formalizado a sua despedida do cargo de presidente da Assembleia da República, também Francisco Assis demonstrou interesse no cargo, mas fica agora excluído.

 

Os comentários estão desactivados.