Politica

Costa passa visita do Papa a Ana Catarina

As Jornadas da Juventude deixam de ser acompanhadas pelo gabinete do PM e passam para a tutela da ministra Adjunta.


Dos maiores acontecimentos mundiais do próximo ano – está marcada para o verão de 2023 em Lisboa –, a Jornada Mundial da Juventude passou da tutela direta do gabinete do primeiro-ministro para a da nova ministra Adjunta e dos Assuntos Parlamentares, Ana Catarina Mendes, que assim passa a ter a responsabilidade do acompanhamento da preparação da próxima visita do Papa a Portugal.

Até aqui, o acompanhamento dos trabalhos da comissão organizadora da Jornada Mundial da Juventude tinham sido da responsabilidade de Tiago Antunes, secretário de Estado na dependência direta de António Costa, que, neste novo Governo, passa a ter a a pasta dos Assuntos Europeus._Segundo a lei orgânica do novo Executivo, a tutela deste encontro do Papa com jovens de todo o mundo foi transferida para a esfera de Ana Catarina Mendes, sendo que foi já por delegação desta que na reunião preparatória entretanto já realizada marcou presença o novo secretário de Estado da Juventude e do Desporto, João Paulo Correia.

A Jornada Mundial da Juventude é mesmo comparada aos ‘Jogos Olímpicos’ pelo bispo auxiliar de Lisboa e responsável pela organização, Américo Maia – em recente entrevista ao Nascer do SOL –, tanto pela afluência de jovens não apenas à cidade organizadora mas a todo o país como pela complexidade da sua preparação,

O Papa Francisco ainda recentemente apelou à criatividade da juventude para que Lisboa seja palco de um verdadeiro encontro pela paz mundial, sobretudo num momento em que a Europa voltou a reviver a guerra com a invasão da Ucrânia pelas tropas russas de Vladimir Putin.

 O Papa Francisco celebrará missa e presidirá à Jornada Mundial da Juventude num altar montado na zona norte do Parque das Nações, prolongando-se o campo  destinado aos jovens oriundos de todo o mundo e que deverão participar no acontecimento pelos terrenos contíguos pertencentes já ao município de Loures.

  A Jornada Mundial da Juventude ocorre a cada dois, três ou quatro anos como um encontro internacional, numa cidade escolhida pelo Papa, sempre com a sua presença. Reúne milhares de jovens para celebrar a fé e a pertença à Igreja.

A primeira edição realizou-se na cidade de Roma, em 1986. 

Os comentários estão desactivados.