Internacional

Ucrânia em alerta para possíveis ataques russos durante visita de Guterres e Erdogan a Lviv

Tal como aconteceu na última passagem de Guterres por Kiev e noutras visitas de líderes à Ucrânia, as forças russas poderão incitar “provocações, bombardeamentos de artilharia e ataques aéreos”.


As autoridades ucranianas estão atentas a possíveis ataques russos efetuados esta quinta-feira, altura em que o secretário-geral das Nações Unidas (ONU), António Guterres, está presente no terreno ucraniano.

Segundo declarou o porta-voz dos serviços militares de informação militar, Andriy Yusov, à televisão ucraniana, serão tomadas todas as medidas necessárias para proteger Guterres e os presidentes da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, e da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, que terão um reunião em Lviv.

Tal como aconteceu na última passagem de Guterres por Kiev e noutras visitas de líderes à Ucrânia, as forças russas poderão incitar “provocações, bombardeamentos de artilharia e ataques aéreos”.

Desta forma, os serviços de informações militares preparam-se para “diferentes cenários” que poderão ocorrer durante a visita de Erdogan e Guterres, disse Andriy Yusov, notando ainda o sinal de apoio que este encontro significa para o país invadido pela Rússia.

O líder da ONU já está em Lviv desde ontem e deverá reunir-se com Zelensky e Erdogan no palácio de Potocki, no centro da cidade, depois de os dois chefes de Estado terem uma reunião bilateral no mesmo local.

Os comentários estão desactivados.