Economia

Autoridade Tributária já pagou 4,4 milhões dos apoios de 125 e 50 euros

A estes pagamentos de 4,4 milhões de euros juntam-se os já processados pela Segurança Social, de 160 milhões de euros.


O ministro das Finanças, Fernando Medina, informou, esta sexta-feira, no Parlamento, que a Autoridade Tributária pagou 4,4 milhões dos apoios extraordinários.

Sublinhe-se que os números, avançados pelo governante no âmbito da discussão na especialidade da proposta de Orçamento do Estado para 2023 (OE2023), dizem respeito ao pagamento dos apoios extraordinários, para fazer face à inflação, de 125 euros para pessoas com rendimentos anuais brutos até 37.800 euros e o de 50 euros por dependentes até aos 24 anos, com ou sem limite de idade no caso dos dependentes por incapacidade.

"Isto significa que no universo abrangido pela Autoridade Tributária mais de 90% já receberam o seu apoio", precisou.

A estes pagamentos de 4,4 milhões de euros juntam-se os já processados pela Segurança Social, de 160 milhões de euros relativamente aos apoios extraordinários aos rendimentos, e cerca de mil milhões relativos ao complemento extraordinário de pensão, sublinhou Medina.

Os comentários estão desactivados.