Politica

Parlamento será o palco privilegiado do combate político

Aposta na continuidade

DR  

Apesar de Luís Montenegro ter sido sugerido para integrar um novo executivo, Passos deverá querer mantê-lo à frente do grupo parlamentar, já que a sua experiência de tribuno e capacidade de diálogo podem ser determinantes no novo quadro político. Paula Teixeira da Cruz estreia-se como deputada com capacidades oratórias e de combate político reconhecidas. Duarte Pacheco, com perfil mais institucional, pode ser mais um dos rostos em destaque.

Os ponta de lança

Com uma situação política complexa para gerir, o PS "colocará a máxima importância na liderança parlamentar", assegura um dirigente. A escolha para líder da bancada foi o reflexo disso: Carlos César, o presidente do partido. Um senador próximo de Costa para impor a disciplina. Pedro Nuno Santos e Ana Catarina Mendes, que se destacaram nas negociações à esquerda, foram nomes falados para o mesmo cargo. Se não forem para o governo serão dois ponta de lança combativos.

Experiência numa bancada jovem

Mariana Mortágua revelou-se a estrela da última sessão legislativa e tudo aponta para que continue a sua ascensão no palco parlamentar. Pedro Filipe Soares, da UDP, deverá prosseguir como líder parlamentar e assegurar a influência dessa corrente na bancada dos bloquistas. Num grupo de deputados particularmente jovem e sem experiência de Parlamento, o ex-líder parlamentar, José Manuel Pureza será um combatente precioso.

Escolhas seguras

João Oliveira ocupou o lugar deixado vago por Bernardino Soares e conseguiu afirmar-se na liderança da bancada, integrando a equipa negocial do PCP nas reuniões com o PS. Bruno Dias e Miguel Tiago são dois deputados de nova geração mas já com uma larga experiência parlamentar pelo que serão duas fortes apostas na bancada comunista e que deverão assumir pastas de destaque.

 ‘Grupo parlamentar de luxo’

O CDS conta com um "grupo parlamentar de luxo", em que quase todos já foram deputados e vários têm experiência governativa. Nuno Magalhães poderá manter-se como líder depois das provas dadas na legislatura passada. Cecília Meireles tem vindo a afirmar-se e deverá continuar em destaque. Telmo Correia é considerado uma mais valia pelo seu perfil combativo e por conhecer bem António Costa desde os tempos da faculdade.